Exclusivo: Pré-candidatos da Oposição Comentam que Querem União de Candidatura no Recife

Exclusivo: Pré-candidatos da Oposição Comentam que Querem União de Candidatura no Recife

Após publicar matéria que analisa o risco da pulverização das candidaturas de oposição a prefeito do Recife, o Pernambuco em Pauta entrou em contato com os pré-candidatos para que comentassem o que achavam disso e se consideravam uma boa estratégia.

Veja na íntegra a resposta dos pré-candidatos ao Pernambuco em Pauta:

Ex-Ministro Mendonça Filho

“Eu defendo a unidade das forças de oposição. Eu acho que se, porventura, houver uma pulverização de candidaturas, ou seja, várias candidaturas no campo da oposição [que não é] de esquerda, evidentemente isso vai favorecer a que repitamos o que aconteceu quatro anos atrás, quando tivemos uma disputa entre o PSB e o PT, Geraldo Julio enfrentou João Paulo naquela ocasião, no segundo turno. Se queremos ter uma alternativa de mudança verdadeira para Recife, saindo dessa hegemonia socialista/petista de vinte anos, que comanda o Recife, precisamos o máximo possível de unidade em torno de uma candidatura que represente essas forças”, disse Mendonça Filho.

Deputado Federal Daniel Coelho

“Eu acho que não, Diego. Eu acho que o ideal é que a gente unificasse em torno de uma candidatura. A gente tem que ter o máximo de amplitude. A gente sabe que vão ter duas candidaturas fortes [da situação] e pelo histórico a divisão tem ajudado a esquerda. Na última eleição nós tivemos votos o suficiente para ir para o segundo turno mas a nossa divisão fez com que a gente tivesse um segundo turno do PT e o PSB que no final são a mesma coisa. Então o ideal é que nós tivéssemos uma candidatura única da oposição com o candidato que tiver mais chance de crescer, de ampliar, de buscar os votos indecisos. A gente tem uma parcela que está decidida e vai votar contra o PT e o PSB de todo jeito, mas a gente sabe que tem uma parcela da sociedade que é indecisa. Então nós precisamos unificar nossa escolha de candidato naquele que tiver condições em buscar esse campo indeciso que tanto pode votar em um candidato como no outro”, disse Daniel Coelho.

Deputado Estadual Alberto Feitosa

“Concordo [que a oposição unida não representa um projeto viável], quanto mais nos unirmos mais força teremos para enfrentar as máquinas estadual e municipal”, disse Alberto Feitosa.

Gilson Machado, Presidente da Embratur

“É viável não [a pulverização de candidaturas de oposição]. Ou todo mundo se une, ou Pernambuco vai continuar do jeito que está”, disse Gilson Machado.

A deputada estadual Clarissa Tércio não quis se posicionar e o Pernambuco em Pauta não obteve retorno da delegada Patrícia Domingos.

Instagram