Covidão do Recife ameaça projeto de João Campos e Geraldo Julio

Covidão do Recife ameaça projeto de João Campos e Geraldo Julio

As investigações das irregularidades e ilegalidades dos contratos realizados pela Prefeitura do Recife com recursos destinados ao combate ao Coronavirus ameaçam os projetos políticos de João H. Campos (PSB) e Geraldo Julio (PSB) em 2020 e 2022.

João H. Campos foi eleito o deputado federal mais votado da história de Pernambuco e já entrou na Câmara como alto clero, mas sua baixa desenvoltura e os deslizes, como quando insultou o seu tio, o fizeram se apagar dentro do parlamento. Ele é pré-candidato a Prefeito do Recife, projeto que é prioritário dentro do seu partido.

Já Geraldo Julio, que é o braço direito do clã político e foi o responsável pela campanha de Paulo Câmara, é sempre cotado para sucedê-lo no Palácio do Campo das Princesas em 2022.

Porém, o projeto de ambos está ameaçado pelas investigações contra a Prefeitura do Recife, que têm sido conduzidos pelo Ministério Público Federal, Ministério Público Estadual, Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco, Ministério Público de Contas, Polícia Civil e Polícia Federal.

As investigações repercutiram a nível nacional e mancharam a imagem de todo o partido que está no poder, intensificando o clamor popular por justiça. Mas o resultado do pleito vai depender da memória do eleitor.

9 thoughts on “Covidão do Recife ameaça projeto de João Campos e Geraldo Julio

  1. O problema não é da memória do eleitor, é do eleitor que se vende e do eleitor que se omite, aquele não participa do pleito eleitoral, os todos inadimplentes que fica em cima do muro…pois não são votos válidos

  2. Excelente! Encontrei finalmente um veículo de comunicação que está acompanhado tais falcatruas em nosso estado, pois os convencionais pouco falam destes descasos. Continue trazendo estas e mais notícias afim de que possam ajudar nossos conterrâneos. Obrigado!!

  3. Ainda bem que tem gente alerta! Geraldo Júlio e João Campos vão acabar com Pernambuco. Precisamos lutar contra isso. Chega de curral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *