TCU vai investigar o Covidão do Recife

TCU vai investigar o Covidão do Recife

Além do MPPE, do MPF, do MPCO-PE, do TCE-PE e da Polícia Federal, o Tribunal de Contas da União também vai passar a investigar as compras de respiradores irregulares por parte da Prefeitura do Recife (Covidão do Recife).

Segundo O Antagonista, o procurador Marinus De Vries Marsico, do MP no TCU, fez uma representação que foi aceita pelo Ministro José Múcio Monteiro.

O procurador levou em consideração indícios levantados pelos outros órgãos que já investigam o fato: a empresa MEI não tem capital suficiente para arcar com os contratos, o ramo de atividade da empresa é incompatível, serve de fachada para outras empresas do grupo Brasmed e, de acordo com apurações, há indícios de que o secretário de saúde de Recife, Jailson de Barros Corrêa, tem relações com um dos representantes da Brasmed.

Segundo o procurador, a Secretaria de Saúde da Prefeitura do Recife mudou a fonte de custeio do contrato no mesmo dia em que o TCE pediu informações sobre ele à Prefeitura do Recife. Com isso, o dinheiro para a compra dos respiradores deixou de ser oriundo do Fundo Emergencial de Combate à Covid-19 e passou a ser oriundo da Caixa Econômica Federal. Esse envolvimento da Caixa Econômica Federal ensejou a participação do TCU nas investigações, segundo Marinus.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram