Agrestina: R$418 mil em dispensa de licitação alerta a Câmara dos Vereadores

Agrestina: R$418 mil em dispensa de licitação alerta a Câmara dos Vereadores

Por Maicon Platiny – Dois processos de licitação e seus respectivos valores chamaram a atenção do grupo de oposição de Agrestina. No Processo Licitatório de número 016, com dispensa de licitação contratando uma empresa por contratação direta para desinfecção de vias somando quase 150 mil reais. Mas o que mais chama atenção é o Processo Licitatório de número 013. Nele, há uma contratação direta, por meio de dispensa de licitação, no valor de mais de 270 mil reais, para a locação de cercas e pavilhões.

“272 mil reais em uma tenda e umas grades para cercar as praças. Não dá para aceitarmos calado, pois há indícios de que há alguma coisa errada. Levaremos ao conhecimento das autoridades para que eles investiguem e, se, tiver alguma irregularidade adotem as medidas cabíveis, a exemplo do TCE, MPPE E POLÍCIA FEDERAL. Mesmo havendo a possibilidade de dispensa de licitação, os valores, a nosso ver estão fora do padrão”, afirma o vereador Paulo Sargento.

“Em tempos difíceis de Pandemia, que também vem causando uma grande crise econômica, é de assustar os valores gastos, uma vez que eles poderiam ser usados para tantas ações de governo, que estão em falta no município”, ressalta o vereador.

Somando os valores, chegamos a cerca de R$ 418 mil, apenas para desinfecção de vias e aluguel de cercas e pavilhão. Importante destacar que apesar de terem sido publicadas nessa segunda-feira (22), essas dispensas são do mês de maio, sendo publicadas mais de um mês depois dessa compra direta.

A denúncia foi enviada por Paulo Sargento, vereador e Primeiro Secretário da Mesa Diretora da Câmara de Agrestina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram