Série vereadores de direita: Michele Collins defende a Família na Câmara do Recife

Série vereadores de direita: Michele Collins defende a Família na Câmara do Recife

A Missionária Michele Collins (PP), cujo número de campanha é 11611, é a segunda entrevistada da série de matérias do Pernambuco em Pauta que vai abordar as candidaturas de vereadores de direita em Pernambuco. A série pede aos candidatos que respondam à pergunta “Por que eu quero ser vereador?”, além de abordarem suas atuações, biografias e propostas.

Missionária Michele Collins – 11611

Mãe de três filhos, defensora da família e da vida. Serva e filha do Deus altíssimo, conservadora, administradora de empresas e vereadora por dois mandatos, pela misericórdia de Deus. A vereadora possui um trabalho nas áreas de saúde, educação e na luta pela garantia dos direitos das mulheres, do idoso, da pessoa com deficiência e doença rara, da Criança e do Adolescente, pessoas em situação de Rua, na prevenção as drogas e a violência. Há 24 anos, trabalha no cuidado de pessoas que fazem uso abusivo de drogas e seus familiares.

É a parlamentar campeã de emendas ao orçamento, destinando recursos para diversas áreas em benefício da Cidade. Defender os princípios cristãos é incondicional e inegociável.

É contra as drogas, contra o aborto, contra a ideologia de gênero, pela vida, pela fiscalização dos gastos públicos e pela família.

É autora da lei n° 18.409/17 que criou o Serviço de Referência de Doenças Raras do Recife. Na área da mulher, é autora da lei n° 18.241/16 que crio o Programa de Apoio às Mulheres Vítimas da Violência. É de sua autoria os requerimentos que criaram os restaurantes populares e abrigo noturno para pessoas que estão na rua no Recife. Tem mais 300 projetos de lei em tramitação, entre eles o PLO 82/2018 que obriga as unidades de ensino público ou particular a pedirem autorização aos responsáveis para que o aluno tenha aula que trate sobre educação sexual.

Foto: divulgação.

*O site Pernambuco em Pauta não cobra absolutamente nada para divulgar as candidaturas, atuando apenas para levar a informação aos leitores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *