João Campos faz Auxílio Municipal Emergencial para inglês ver

João Campos faz Auxílio Municipal Emergencial para inglês ver

Coluna do Diego Lagedo: O prefeito do Recife, João Campos (PSB), sancionou o Auxílio Municipal Emergencial nessa terça-feira (16). Porém, o auxílio será destinado apenas para atrações e artistas que já atuaram no carnaval do Recife. Para o Povo? Não. Para os Comerciantes? Não. Para os Autônomos? Não. Para os Desempregados? Não. Para esses, sobram cobranças de IPTU, ISS e taxas de licenciamento. Ainda assim, a situação também não é lá tão vantajosa para a classe artística que irá receber o auxílio. A Prefeitura do Recife distribuirá R$ 4 milhões no total para 160 agremiações e 900 atrações artísticas. Entretanto, cada atração artística não poderá receber mais de R$ 10 mil. Mas como poderia? Esse valor, se dividido igualmente, daria R$ 3.773 para cada grupo. Parece muito? Não é! Nos grupos, atuam cerca de 27 mil pessoas, segundo a própria PCR. Isso dá um auxílio de R$ 148 para cada pessoa se, e somente se, o valor for dividido por igual, o que é improvável. Mas o leitor pode questionar que é dinheiro público, que não poderia ser mais. Nem sequer isso, já que uma parte substancial dos recursos vem de patrocinadores da iniciativa privada, como a Ambev, que destinou R$ 1,5 milhão. O leitor ainda pode se questionar se os beneficiados deveriam ou não ter mais direitos do que o resto da população que também sofre. Esse debate fica para os comentários. Mas o que é certo é que é um auxílio para inglês ver, que nem impacta na economia local e nem engloba a população recifense mais necessitada. Não nos alonguemos, já que, no Brasil, tudo termina em carnaval e o povo esquece rápido.


Renato Antunes: Apesar de ter votado a favor, o líder da oposição na Câmara do Recife questionou a ausência dos profissionais que atuam nos bastidores do carnaval no Auxílio Municipal Emergencial da Prefeitura do Recife: “Roadies, técnicos de luz e de som, e todo pessoal da produção. São pessoas que estão passando por um momento desafiador e que deveriam ser contemplados neste projeto do Executivo”, disse o vereador Renato Antunes.


Geraldo Julio: O TCE determinou a formalização de uma Auditoria Especial para analisar a regularidade da contratação da empresa Mindlab para a aquisição de kits pedagógicos no valor de R$ 16.727.121,00 pela Prefeitura do Recife. A contratação por Inexigibilidade de Licitação aconteceu no último dia da gestão de Geraldo Julio (PSB). O Ministério Público de Contas alega que a contratação deveria ser feita pela modalidade pregão, já que várias empresas no Brasil fornecem o produto, e que a gestão não respeito recomendação do TCE para que não sejam efetuados gastos adiáveis durante a pandemia.


Anderson Ferreira: O prefeito de Jaboatão dos Guararapes recebeu a visita de três vereadores de Salgueiro na sede da Prefeitura. Foram eles Agaeudes Sampaio Gondin (DEM) e dos vereadores Léo Parente (PL) e Luiz André Filgueira Sampaio (PL). Anderson busca construir uma candidatura majoritária em 2022, que pode ser de governador.


Diego Lagedo é historiador e especialista em Gestão Pública. A sua coluna aborda temas políticos e é publicada de segunda a sábado.

Foto: reprodução/Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram