BJ: João Mendonça intimida Pitomba por valores da campanha de 2020

BJ: João Mendonça intimida Pitomba por valores da campanha de 2020

Uma fonte do Pernambuco em Pauta que preferiu permanecer anônima informou que o ex-prefeito cassado de Belo Jardim, João Mendonça Jatobá, estaria pressionando e intimidando o vereadore Pitomba da Lotação (PSB).

Pitomba apoiou a esposa de João Jatobá, Isabelle Mendonça (PSB), na eleição municipal de 2020. Porém, com a derrota da candidata e o esfacelamento do grupo político de João, o vereador desembarcou do bloco socialista da cidade.

Por conta desse divórcio, João Jatobá estaria pressionando e intimidando o vereadore para que devolvesse tudo que ele investiu na campanha dele no último ano. O clima teria esquentado e, supostamente, ter-se-ia falado em ir às vias de fato caso a fatura não fosse devolvida. Afirma-se também que o ex-prefeito teria ligado para o vereadore e batido boca de forma rude sobre o assunto.

A fonte também alega que o ex-prefeito estaria desesperado com a perda das eleições, tendo em vista que não estaria conseguindo cumprir alguns compromissos firmados durante a campanha, como a ajuda que teria sido prometida ao ex-vereador Marcos Buchudo (PSB), que perdeu na eleição de 2020.

Na cidade, atribui-se o vazamento das falas do ex-prefeito ao ex-vereador Marcos Buchudo, que estaria insatisfeito por não ter recebido o que lhe foi prometido durante a ampanha.

O ex-prefeito também não teria destinado as 20 vagas no Governo do Estado em Belo Jardim que teriam sido prometidas a Marcos Buchudo das 80 controladas pelo vereador Nilton Senhorinho (PSB). O comentário é que João Mendonça Jatobá estaria sem condições e prestígio no estado para cumprir seus compromissos.

Inicialmente incluído na matéria, o vereador Deto de Xucuru entrou em contato através da sua assessoria para informar que não conversou com João Mendonça.

Fotos: reprodução/Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram