Pagamento do novo auxílio emergencial começa na terça-feira

Pagamento do novo auxílio emergencial começa na terça-feira

O presidente da República, Jair Bolsonaro, o ministro da Cidadania, João Roma, e os presidentes da Caixa, Pedro Guimarães, e da Dataprev, Gustavo Canuto, anunciaram hoje (31) que o pagamento do auxílio emergencial começa na próxima terça-feira (6).

No último dia 26, foi publicado decreto que regulamenta o pagamento do auxílio emergencial 2021, instituído no último dia 18 de março por meio de Medida Provisória.

Entenda o Novo Auxílio Emergencial

O Auxílio Emergencial é um benefício financeiro concedido pelo Governo Federal destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados, e tem como objetivo fornecer um amparo financeiro emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia da Covid-19. A continuação do auxílio emergencial foi vista como uma medida necessária para prestar uma assistência às pessoas que estão vivendo em situação vulnerável, no atual momento de agravamento da pandemia.

Segundo o Ministério da Cidadania, a nova rodada do auxílio só será paga para famílias com renda total de até três salários mínimos por mês, desde que a renda da pessoa seja inferior a meio salário mínimo. Mas, vale ressaltar, que é obrigatório que o beneficiário tenha sido aprovado para receber o valor em 2020, pois não haverá nova fase de inscrições.

O benefício será pago em quatro parcelas mensais no valor de R$ 250,00 (duzentos e cinquentas reais). Pessoas que moram sozinhas têm direito a quatro parcelas mensais no valor de R$ 150,00 (cento e cinquenta reais). Família com mulher provedora (mãe solteira) tem direito a quatro parcelas mensais no valor de R$ 375,00 (trezentos e setenta e cinco reais) a título do Auxílio Emergencial 2021. Caso a família receba benefício do Programa Bolsa Família superior ao valor do auxílio emergencial 2021, este não sofrerá alteração, permanecendo o benefício do Programa Bolsa Família.

As primeiras parcelas começaram a ser pagas no dia 16 de abril para os integrantes do Bolsa Família e estão sendo realizadas dentro do cronograma regular de pagamento do programa, de acordo com o final do Número de Identificação Social (NIS). Para os demais beneficiários, o governo não informou datas. Também vale ressaltar, que apenas um dos membros da família receberá o novo pagamento do Auxílio Emergencial, assim, mesmo se duas pessoas da mesma família forem elegíveis ao auxílio, apenas uma delas receberá o valor.

*Com conteúdo da ABr