Priscila é impedida de fiscalizar desperdícios da Prefeitura do Recife na pandemia

Priscila é impedida de fiscalizar desperdícios da Prefeitura do Recife na pandemia

Coluna do Diego Lagedo: A deputada Priscila Krause (DEM) informou que foi impedida de entrar no Almoxarifado da Secretaria de Saúde do Recife para fiscalizar um estoque de R$ 65,8 milhões em materiais hospitalares. A deputada afirmou que foi ao local por constatar a existência de 471 mil unidades do sedativo Propofol, medicamento é utilizado no kit intubação, que foi comprado sem licitação em abril de 2020 e vence no próximo dia 30 de abril, um desperdício de 80% do que foi comprado. A deputada também destacou que há outras milhões de unidades de medicamentos e equipamentos hospitalares estocados no local, mas que a Prefeitura do Recife está fazendo uma nova licitação para comprar novos insumos. Priscila afirma que já protocolou ofícios em caráter de urgência para que o MPF, MPPE, MPCO junto ao TCE e Ministério da Saúde tomem providências: “É fundamental que os órgãos de controle, cumprindo a importante tarefa constitucional, como de costume, busquem averiguar a real existência desses insumos, as condições de armazenamento e o plano de utilização”, disse a deputada.


Anderson Ferreira: O prefeito do Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira (PL), realizou um encontro com o prefeito de Abreu e Lima, Flávio Gadelha (PSL), para trocar experiências sobre o combate à pandemia. O encontro reabre a série de movimentações feitas por Anderson Ferreira como possível candidato a governador de Pernambuco.

Miguel Coelho: O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (MDB), que também pode ser candidato a governador de Pernambuco pela oposição, realizou uma série de reuniões com políticos oposicionistas nesta terça-feira (06). Miguel se encontrou com Armando Monteiro, o prefeito de Olinda, Lupércio, o ex-prefeito de Garanhuns, Izaías Régis, o prefeito de Paudalho, Marcelo Gouveia, e o deputado Ricardo Teobaldo.

Junior Matuto: A Polícia Civil de Pernambuco realizou uma operação contra um empresário no município de Paulista. Ele é acusado de ter sido favorecido pelo ex-prefeito Júnior Matuto (PSB) na licitação de uma marina no município. A Polícia Civil irá indiciar o empresário, Junior Matuto, alguns ex-servidores do município e alguns empregados da empresa investigada.

Lula: A defesa de Lula pediu ao STF que estenda a suspeição de Moro a outros dois processos em que o petista foi condenado: o da sede do Instituto Lula e o do sítio em Atibaia. O desmonte da Lava-jato é só questão de tempo.


Diego Lagedo é historiador e especialista em Gestão Pública. A sua coluna aborda temas políticos e é publicada de segunda a sábado.

Foto: reprodução/Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram