Bolsonaro sai em defesa dos trabalhadores: todo trabalho é essencial

Bolsonaro sai em defesa dos trabalhadores: todo trabalho é essencial

Coluna do Diego Lagedo: O presidente Jair Bolsonaro participou de dois eventos no Paraná na última quarta-feira (07) para inaugurar as obras no Aeroporto de Foz do Iguaçu e para dar posse ao novo diretor-geral brasileiro da Itaipú binacional. Em seus discursos, o presidente Bolsonaro saiu em defesa dos trabalhadores, afirmando que “Todo homem que trabalha, toda atividade que ele exerce para levar o pão para casa, é uma atividade essencial”. O presidente também afirmou que a oposição está tentando usar a pandemia para derrubar o seu governo, mas que sua preocupação é com o bem do Brasil.


Miguel Coelho: O prefeito de Petrolina voltou a se movimentar e mostrou uma boa articulação com as lideranças do campo da oposição. Em dois dias, Miguel se reuniu com o prefeito de Olinda, Lupércio, com o prefeito de Paulista, Yves, com o ex-senador Armando Monteiro, com o deputado Ricardo Teobaldo e com o ex-prefeito de Garanhuns, Izaías. Ele também se encontrou com o presidente estadual do MDB, Raul Henry, e com o deputado Romero Albuquerque.

Lula: O ex-presidente Lula (PT), que é pré-candidato a presidente da República, realizou um encontro para se reaproximar do governador Paulo Câmara e do PSB. Lula resolveu esquecer os ataques que os socialistas fizeram contra ele e o PT na eleição para a Prefeitura do Recife em 2020. Para voltar ao poder, vale tudo, até se humilhar.

TCE: O Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco emitiu um alerta de responsabilização para que a Prefeitura do Recife utilize o estoque de medicamentos e equipamentos disponíveis para combater a Covid-19, tendo em vista que a PCR está realizando uma nova licitação para a compra de um novo estoque. O pedido de alerta foi feito pelo Ministério Público de Contas após denúncia da deputada Priscila Krause (DEM), que apontou desperdícios.

PTB: O partido de Roberto Jefferson ajuizou uma Ação Direta de Inconstitucionalidade no STF contra os lockdowns realizados pelos estados e municípios. O partido alega que a Lei 13.979/2020, que estabelece as medidas para enfrentamento da pandemia, não prevê restrição de locomoção entre os municípios. O partido também alega que os lockdowns atentam contra os direitos constitucionais de ir e vir, de trabalho e de reunião.

STF: O plenário do Supremo iniciou a votação de uma ADPF ajuizada pelo PSD que pede a suspensão da proibição dos cultos religiosos no estado de São Paulo. O ministro Gilmar Mendes, que é relator, votou pela constitucionalidade do decreto do Governo de São Paulo proibindo os cultos. Após o seu voto, o julgamento foi suspenso e deve voltar nesta quinta-feira (08).


Diego Lagedo é historiador e especialista em Gestão Pública. A sua coluna aborda temas políticos e é publicada de segunda a sábado.

Foto: Alan Santos/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram