Lula sobre a Lava-jato: “Se alguém roubou que seja preso”

Lula sobre a Lava-jato: “Se alguém roubou que seja preso”

Nesta quinta-feira (15), o plenário do STF deve analisar um recurso da PGR contra a decisão do ministro Edson Fachin que reconheceu que o juiz Sérgio Moro não tinha a competência para julgar os processos de Lula (PT) na Lava-jato e os remeteu para Brasília.

A decisão de Fachin gerou a anulação das condenações de Lula na Lava-jato e repercutiu na defesa de outros réus que também foram condenados como resultado da mesma operação, que querem ser contemplados pela decisão.

Sobre o assunto, Lula disse que só busca a sua própria inocência e que “Se alguém roubou que seja preso”. A declaração parece ser um sinal para que o STF confirme a anulação da sua sentença sem o peso de ter que decidir por todos os condenados na Lava-jato.

Foto: José Cruz/ABr.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram