Movimento Pró-Vida PE concede Voto de Aplauso a Michele Collins

Movimento Pró-Vida PE concede Voto de Aplauso a Michele Collins

O Movimento Pró-Vida PE concedeu Voto de Aplauso à vereadora do Recife Michele Collins (PP) pela sua atuação em defesa das causas cristãs na Câmara do Recife.

Recentemente, a vereadora conseguiu derrubar emendas do PSOL à LDO que incluíam a Ideologia de Gênero e priorizavam a política de “redução de danos” no combate às drogas.

Essa atuação fez com que ela fosse vítima de notas de repúdio de movimentos de esquerda e recebesse ameaça de morte de militantes.

VOTO DE APLAUSO À VEREADORA MICHELE COLLINS

“Pois Deus não nos deu um espírito de covardia, mas de fortaleza, de amor e de
sabedoria.” 2 Timóteo 1,7

A liberdade religiosa é a mãe de todas as liberdades. As ações que visam tolher
liberdades começam sempre pelo ataque impiedoso à liberdade religiosa.

A luta democrática em defesa do artigo 5° da constituição brasileira e artigo 18° da
Declaração Universal dos Direitos Humanos, que envolvem as liberdades de opinião,
pensamento, consciência, manifestação, culto e religião é meritória e imprescindível, para a
preservação do estado democrático de direito.

A atividade política é a vanguarda da luta popular por esses direitos.

Neste sentido, o ProvidaPE externaliza o seu VOTO DE APLAUSO à vereadora Michele
Collins pelo incansável e competente trabalho diuturno na defesa dos valores cristãos e
democráticos na Câmara Municipal do Recife.

Dentro das regras regimentais, legais e com total transparência, tem, junto a seus pares,
demonstrado equilíbrio, seriedade, firmeza de propósito e notável capacidade de diálogo e
respeito às diferenças no cumprimento do seu mandato concedido pelo povo do Recife.

Ainda, tem demonstrado enorme capacidade de compreensão e resistência democrática frente aos ataques cristofóbicos, agressivos e misóginos, incluindo ameaças à sua
própria vida, tendo sido vítima pelo simples fato de exercer com dignidade e coerência cristã o
seu mandato.

Ataques vindos daqueles que se autoproclamam democráticos e pacíficos, num
completo desacerto entre o discurso e a prática, certamente, orientados pela máxima leninista: “acuse-os do que você faz, chame-os do que você é”.

Por fim, louvamos a Deus por nos ter proporcionado uma mulher política, mãe, esposa, cristã e guerreira, que não se abate diante da luta e do enfrentamento contra as forças do atraso, do ódio, da misoginia, da mentira e do engano.

“Não fui eu que ordenei a você? Seja forte e corajoso! Não se apavore nem desanime,
pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar.” Josué 1,9

Recife, 11 de junho de 2021.

Foto: divulgação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram