Secretário de Segurança Cidadã do Recife visita SDS do Ipojuca, que apresenta 71% de redução nos homicídios

Secretário de Segurança Cidadã do Recife visita SDS do Ipojuca, que apresenta 71% de redução nos homicídios

O modelo adotado na área de Segurança do município do Ipojuca, bem como o percentual de 71% na redução de homicídios nos últimos 4 anos, tem chamado a atenção de gestores de cidades vizinhas. Nesta quarta-feira, a prefeita Célia Sales e o secretário de Defesa Social do Ipojuca, Osvaldo Morais, receberam a visita do secretário de Segurança Cidadã da capital pernambucana, Murilo Cavalcanti. Na ocasião, foi apresentado ao secretário do Recife, entre outras coisas, o sistema de vídeomonitoramento implantado em Ipojuca e que possui 100 câmeras espalhadas em Ipojuca Centro e nos distritos de Nossa Senhora do Ó, Porto de Galinhas, Maracaípe, Camela e Serrambi. Ipojuca ocupa o 4º lugar entre os 14 da RMR com menor número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI). Já são 13 municípios, incluindo Campina Grande (PB), o número dos que vieram conhecer o modelo de segurança de Ipojuca.

“Quando assumimos a Prefeitura, a segurança pública era um grande problema e os números eram alarmantes. Prometi aos ipojucanos mudar esta realidade e graças a Deus, com os investimentos que passamos a fazer e com a experiência do secretário Osvaldo, temos tido excelente resultados”, contou a prefeita Célia Sales. Em 2017, início da gestão Célia Sales, o número de CVLI’s no 1º semestre era de 62 e a população fazia caminhada pela paz. Foi, então, dado início uma série de capacitações para a Guarda Municipal, uma política de valorização da categoria com plano de cargos e carreiras, compra de coletes, investimento em câmeras de monitoramento e no setor de inteligência, substituição de lâmpadas comuns pelas de LED nas vias públicas, troca dos carros, fortalecimento de parcerias com a Polícia Militar, Civil e Rodoviária Federal e os resultados começaram a aparecer. Em 2018, caiu de 62 para 53. Em 2019, a redução foi pela metade passou para 25; em 2020 caiu mais um pouco para 22 e neste primeiro semestre fechamos com 18 casos.

“Tenho acompanhado o trabalho que vocês têm feito aqui e por isso, vim hoje conhecer. E vou levar ao prefeito João Campos as impressões positivas que tive da Central de Monitoramento para que a gente adeque ao Recife”, disse Murilo Cavalcanti. O secretário do Recife falou também das experiências exitosas de Medelín na Colômbia, da qual é um estudioso e um referência no assunto, e sobre o Compaz. Ele fez um convite para que a prefeita e o secretário Osvaldo Morais fossem visitar um Compaz no Recife. “Ficamos muito honrados com a visita de Murilo e o reconhecimento do nosso trabalho. Assim como disse para os demais secretários de outros municípios que vieram conhecer nosso trabalho, reafirmo que estamos à disposição para esta troca de experiência que faz tão bem a política pública e consequentemente traz benefícios à população”, afirmou Osvaldo Morais.

Ranking dos municípios com menor número de CVLI no 1º semestre de 2021 (Dados da SDS estadual)
1) Itapssuma 8
2) Moreno 9
3) Abreu e lima 15
3) Itamaracá 15
4) Ipojuca 18
5) São Lourenço 23
6) Goiana 25
7) Igarassu 28
8) Camaragibe 35
9) Paulista 50
10) Olinda 62
11) Cabo 80
12) Jaboatão 136
13) Recife 291

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram