Voto impresso recebe reforço no Congresso e nas ruas

Voto impresso recebe reforço no Congresso e nas ruas

Coluna do Diego Lagedo: Apesar da movimentação contrária ao voto impresso no Congresso Nacional, que foi coordenada pelo presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, a PEC que aprimora a apuração e as auditorias nas urnas eleitorais recebeu novos reforços tanto no Congresso quanto nas ruas.

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP), afirmou que a votação da PEC do voto impresso é prioridade no segundo semestre desse ano. Além disso, ele se mostrou favorável à aprovação do voto impresso, mesmo que afirme não desconfiar do atual sistema: “Não vejo problema de aumentar a auditagem nas urnas. Mas não há dúvida de que o sistema é seguro”, disse Lira.

Fora do Congresso, o voto impresso também ganha o apoio de personalidades que apoiam o presidente Jair Bolsonaro. Um caso emblemático é o do cantor Zezé di Camargo, que gravou um vídeo convocando as pessoas para a manifestação que irá ocorrer no dia 01 de agosto em todo o Brasil, cuja pauta é o apoio ao voto impresso.

Não é de hoje que o voto impresso está sendo debatido na política brasileira e a pauta não foi inventada pelo presidente Jair Bolsonaro. No ano de 2002, o presidente Fernando Henrique Cardoso sancionou uma lei que instituía o voto impresso, mas que foi revogada por Lula em 2003. Em 2015, a Câmara dos Deputados aprovou uma lei que estabelece a impressão do voto, mas que foi declarada inconstitucional pelo STF.

O voto impresso é uma pauta de toda a sociedade, para melhoria do sistema eleitoral, e deve ser defendido por todos que querem que as eleições sejam seguras e auditáveis.


Eleições: O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (MDB), deu prosseguimento às visitas que vem fazendo a prefeitos de diversas regiões de Pernambuco. Nessa quarta-feira (28), Miguel visitou os prefeitos de Caruaru, Vitória de Santo Antão, Bezerros e Palmares junto com o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) e os deputados Fernando Filho (DEM) e Antonio Coelho (DEM).

Oposição: As recentes visitas de Miguel Coelho a Anderson Ferreira (PL) e Raquel Lyra (PSDB), mais uma vez, reforçaram o entendimento de que a oposição deve seguir unida em 2022. “É preciso conversar com a população, buscar mais forças políticas para apresentar um projeto que resgate a autoestima de nossa população e a força de Pernambuco”, disse Miguel Coelho.

Covidão: A Polícia Federal deflagrou a segunda fase da Operação Bal Masqué, que também investiga o Covidão do Recife. Foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão em depósitos da Secretaria de Saúde do Recife para apreender máscaras e aventais inadequados e sem certificado da Anvisa, que foram adquiridos pela Prefeitura do Recife na gestão de Geraldo Júlio (PSB).


Diego Lagedo é historiador e especialista em Gestão Pública. A sua coluna aborda temas políticos e é publicada de segunda a sábado.

Foto: reprodução/Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram