PSB tem preferência por Geraldo Júlio para a disputa do Governo de Pernambuco em 2022

PSB tem preferência por Geraldo Júlio para a disputa do Governo de Pernambuco em 2022

Coluna do Diego Lagedo: Em entrevista ao jornalista e radialista Alberes Xavier, o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, confessou o que já é do conhecimento de todos em Pernambuco: Geraldo Júlio é o preferido dos socialistas para disputar o Governo de Pernambuco em 2022. “Geraldo não é apenas o candidato preferencial de João Campos é o candidato preferencial de todos nós que somos do PSB e somos pernambucanos. Ele tem dito que não aceita (ser candidato), mas nós ainda mantemos a esperança de que ele possa rever essa posição”, disse Siqueira.

Atualmente, o PSB está evitando debater publicamente os rumos que irá tomar no estado, mas desentendimentos entre os possíveis pré-candidatos já chegaram à mídia. Os nomes mais fortes são o do próprio Geraldo Júlio, o do secretário da Casa Civil de Pernambuco, José Neto, o do secretário da Fazenda do Estado, Décio Padilha, e o da secretária estadual de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Fernandha Batista.

O ex-prefeito do Recife e atual secretário de Desenvolvimento Econômico, Geraldo Júlio, vem se esquivando e negando que irá disputar o cargo de governador. Porém, ele deve ser compelido pelos demais socialistas a se candidatar, tendo em vista que o PSB não tem outro nome natural para a sucessão de Paulo Câmara no ano que vem.

Apesar de ter o nome mais conhecido pelos pernambucanos dentre as opções do PSB, a candidatura de Geraldo favoreceria fortemente a oposição. Isso se deve ao fato de a gestão dele ter protagonizado um dos maiores escândalos de corrupção durante a pandemia, que ficou conhecido como o Covidão do Recife. Ainda assim, para ganhar ou para perder, parece que o PSB vai ser obrigado a lançar Geraldo para governador em 2022.


Segurança: O presidente da Associação Pernambucana de Cabos e Soldados de Pernambuco, Alberisson Carlos, visitou o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (DEM), para debater sobre a segurança pública do estado. No encontro, Alberisson falou sobre a falta de valorização dos profissionais de segurança pública por parte do Governo de Pernambuco e Miguel expôs a qualidade da Guarda Municipal de Petrolina, que se tornou referência na região. “A gente lamenta a falta de compromisso do Governo do Estado com corporações tão importantes em nossa sociedade”, disse Miguel Coelho.

Alepe: O deputado Joel da Harpa (PP) apresentou mais dois projetos de lei na Assembleia Legislativa de Pernambuco visando combater os avanços da ideologia de gênero no estado. O primeiro deles proíbe a implementação de banheiros “multigênero” em empresas e órgãos públicos e o segundo proíbe o uso da dita “linguagem neutra” nas escolas do estado. Ambos os projetos prevêem sanções administrativas para as normas pessoas e empresas que descumprirem as normas.

Auxílio: O presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei que cria o Auxílio-Gás. Poderão participar as famílias que estejam inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) ou que tenham membros que recebam o BPC (benefício de prestação continuada da assistência social), pago, por exemplo, a pessoas com deficiência. A medida foi comemorada pelo deputado Eduardo da Fonte (PP), que a defendia na Câmara dos Deputados.


Diego Lagedo é historiador e especialista em Gestão Pública. A sua coluna aborda temas políticos e é publicada de segunda a sábadosendo replicada em diversos blogs de Pernambuco.

Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram