Entrevista: Raul Henry fala sobre rumos do MDB após saída de Miguel Coelho do partido

Entrevista: Raul Henry fala sobre rumos do MDB após saída de Miguel Coelho do partido

Em entrevista na TV Nova, do apresentador Pedro Paulo, que contou com a participação de Diego Lagedo, editor do Pernambuco em Pauta, e de Roberto Santos, do Blog do Roberto, o deputado Raul Henry, que presidente o MDB em Pernambuco, falou sobre os rumos do seu partido após a saída do Miguel Coelho.

Raul destacou as dificuldades em montar chapas proporcionais no MDB, diante da conjuntura e da nova regra eleitoral que proíbe coligações partidárias, mas praticamente descartou a possibilidade de disputar um cargo majoritário pela Frente Popular. Ainda assim, ele pretende permanecer aliado ao PSB no próximo ano.

Ele também esclareceu que a saída de Jarbas Filho da Prefeitura do Recife não foi marcada por nenhum desconforto e que a falta da destinação “a pedido” na exoneração foi um erro de quem redigiu o decreto. O filho do senador Jarbas Vasconcelos está se preparando para disputar um cargo de deputado estadual e preferiu se afastar do cargo público que ocupava no município para ter maior liberdade de movimentação.

Raul também procurou minimizar a saída de Miguel Coelho do seu partido, afirmando que apenas cerca de cinco ou seis prefeitos do MDB em Pernambuco são apoiadores do senador Fernando Bezerra Coelho. Miguel pretendia disputar o Governo de Pernambuco pelo MDB, mas teve a legenda negada pela direção estadual do partido, tendo migrado pelo DEM, partido que irá se fundir ao PSL para formar o União Brasil.

Raul afirmou que a disputa interna pelo partido com o senador Fernando Bezerra Coelho em 2018 prejudicou a construção de uma chapa mais robusta, tendo em vista que ele e Jarbas concorreram em 2018 sub judice, o que afastou outros candidatos. Ele também revelou que chegou a se movimentar visando disputar a Prefeitura do Recife pela oposição em 2020, tendo consultado Mendonça Filho, Daniel Coelho e o senador Fernando Bezerra Coelho, mas que viu que não havia convergência que pudesse viabilizar seu nome.

Veja a Entrevista Completa

Foto: TV Nova.

Instagram