Restrição em restaurantes é um constrangimento desnecessário aos não vacinados em Pernambuco

Restrição em restaurantes é um constrangimento desnecessário aos não vacinados em Pernambuco

Coluna do Diego Lagedo: Diferentemente do Apartheid, que segregou a população da África do Sul entre brancos e negros durante cinco décadas, as novas restrições em Pernambuco dividem a população entre os vacinados e os não vacinas, que se tornaram os novos párias da sociedade, ou os dálites do Brasil.

O Governo de Pernambuco anunciou que serão exigidos passaporte vacinal com esquema completo para quem quiser acessar serviços de alimentação, cinemas, teatros e museus. Nesse caso, o mais grave é restringir o acesso dos não vacinados aos serviços de alimentação, que incluem restaurantes, lanchonetes, cafés e praças de alimentação. As medidas já começam a valer a partir da próxima sexta-feira (14).

O Governo de Pernambuco alegou que o objetivo das novas medidas é conter a transmissão da Covid-19. Porém, já é de conhecimento público que a vacinação não esta impedindo o contágio e a transmissão da doença, basta lembrar que o próprio prefeito do Recife, João Campos (PSB), foi diagnosticado com a Covid-19 pela segunda vez, mesmo estado com o esquema vacinal completo, e chegou a viajar sem saber que estava com o vírus.

Essa coluna não desaconselha a vacinação, mas é contra medidas irracionais e arbitrárias que não trarão resultado prático no combate à Pandemia. O Governo de Pernambuco criou cidadãos de segunda categoria ao proibir que os não vacinados tenham acesso a serviços públicos e, agora, a restaurantes. Isso só prova que o exercício da cidadania ainda é muito frágil no Brasil e que os direitos fundamentais não se sustentam diante da ânsia totalitária do Estado, que parece ser mais acentuada em Pernambuco sob a gestão dos socialistas.


Eventos: O Governo de Pernambuco também anunciou a restrição da capacidade máxima de eventos em Pernambuco. Antes, era permitido que os eventos comportassem até 7.500 pessoas. Agora, serão permitidos até 3 mil pessoas em locais abertos e mil pessoas em locais fechados. A medida é totalmente acertada, tendo em vista que as aglomerações carnavalescas intensificariram o contágio da Covid-19 e da H3N2 em Pernambuco.

União Brasil: Miguel Coelho (DEM) voltou a circular com tudo em Pernambuco após o recesso de final de ano. Miguel se reuniu com o presidente nacional do PSL, Luciano Bivar, no Recife e ambos discutiram as eleições de 2022. Bivar será presidente nacional do União Brasil, que irá surgir da fusão do PSL com o Democratas, e Bivar já sinalizou que o partido terá candidatura própria para o Governo de Pernambuco, que será encabeçada por Miguel Coelho.

Recife: A Prefeitura do Recife decidiu apelar para o estômago dos banhistas e colocou um carrinho de som na praia anunciando que quem se vacinar irá ganhar um caldinho. Por medida de segurança, as doses serão aplicadas em postos fora da praia. Se a medida irá surtir efeito, é muito questionável, mas pelo menos não está interferindo na liberdade de ninguém.


Diego Lagedo é historiador e especialista em Gestão Pública. A sua coluna aborda temas políticos e é publicada de segunda a sábadosendo replicada em diversos blogs de Pernambuco.

Foto: reprodução.

Instagram