PSB deve sofrer nova debandada em julho se não atingir dois dígitos nas pesquisas, diz aliado de Miguel

PSB deve sofrer nova debandada em julho se não atingir dois dígitos nas pesquisas, diz aliado de Miguel

Coluna do Diego Lagedo: Com o pré-candidato do PSB estagnado nas pesquisas com apenas 5% das intenções de voto, a espectativa de mudança no Palácio do Campo das Princesas se torna uma realidade fática no campo da oposição e também tende a acirrar os ânimos.

Uma pesquisa do Instituto Opinião mostrou que Anderson Ferreira (PL) passou Miguel Coelho (UB) dentro da margem de erro. Para um aliado de Miguel que conversou com a coluna sob reserva, o levantamento não reflete a realidade das próximas pesquisas que serão divulgadas e das pesquisas internas dos partidos.

Esse mesmo quadro afirma que o cenário ainda se mantém estático, com Marília Arraes (PT) na dianteira, seguida por Raquel Lyra (PSDB), Miguel, Anderson e Danilo Cabral (PSB), como já foi evidenciado em pesquisas anteriores. Ele afirma que isso também deve continuar se refletindo nos próximos levantamentos.

Segundo esse mesmo analista, a pré-campanha de Danilo Cabral está fadada ao fracasso devido à sua própria falta de carisma, tendo em vista também que ele é um nome pesado e queimado com prefeitos e demais lideranças. Para esse observador, se Danilo não alcançar dois dígitos nas pesquisas até julho, o seu palanque deve sofrer uma debandada e a Frente Popular será esvaziada.

Recentemente, o palanque de Danilo perdeu o apoio do PP de Eduardo da Fonte, do PSD de André de Paula e do Avante de Sebastião Oliveira, o que já representou uma grande perda para a Frente Popular. Caso o cenário previsto pelo aliado de Miguel se confirme, o PSB só deve manter o apoio do PT e de alguns partidos nanicos dentro da Frente Popular.


Eleições: O pré-candidato a governador Anderson Ferreira esteve no município de Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata, em um encontro com o prefeito Paulo Roberto: “Falamos sobre nossa trajetória à frente do Jaboatão dos Guararapes e nos colocamos à disposição para construirmos um novo projeto para o estado”.

Eleições 2: O pré-candidato a governador Miguel Coelho se reuniu com o presidente nacional do PSC, Marcondes Gadelha, e garantiu o apoio do partido ao seu palanque, que já conta com o União Brasil e o Podemos. A guinada do PSC representa uma perda para os Ferreira, que controlavam o partido até o início do ano.

Turismo: O distrito de Porto de Galinhas, em Ipojuca, ganhará mais um grande empreendimento turístico. A praia mais badalada de Pernambuco vai ter o primeiro shopping à beira-mar do Brasil. A prefeita Célia Sales esteve com os responsáveis pela empreitada, que também são controladores do Enotel, e comemorou o investimento, que deve gerar em torno de R$ 200 milhões. O shopping deve conta com 60 a 80 lojas e gerar mais mil empregos.


Diego Lagedo é historiador e especialista em Gestão Pública. A sua coluna aborda temas políticos e é publicada de segunda a sábadosendo replicada em diversos blogs de Pernambuco.

Foto: reprodução.