Plano de Governo de Anderson deve focar na redução da carga tributária para cidadãos e empresas

Plano de Governo de Anderson deve focar na redução da carga tributária para cidadãos e empresas

Coluna do Diego Lagedo: O pré-candidato a governador de Pernambuco Anderson Ferreira (PL) realizou uma coletiva de imprensa nessa segunda-feira (09) para apresentar algumas propostas que irão estar presentes no seu plano de governo. Essas propostas já estão tramitando da Assembleia Legislativa de Pernambuco, através de projetos de lei apresentados por aliados de Anderson, e devem focar na desoneração da carga tributária sobre os cidadãos e as empresas.

O primeiro projeto trata da tarifa social de água em Pernambuco. Atualmente, apenas 90 mil pernambucanos estão inscritos no projeto, mas Anderson pretende ampliar o benefício para todos os cidadãos que tenham direito. Para isso, ele propõe que todos os pernambucanos inscritos no CadÚnico sejam automaticamente enquadrados na tarifa social de água, o que alcançaria cerca de 2 milhões de pernambucanos.

Outra proposta diz respeito ao congelamento do IPVA no exercício de 2023. Hoje, o Governo de Pernambuco atualiza a cobrança do IPVA com base na Tabela FIPE, que teve uma grande valorização durante a pandemia. Isso fez com que diversas pessoas fossem afetadas com aumentos absurdos da tarifa de IPVA, enquanto a renda média do trabalhador caiu em Pernambuco durante a pandemia.

Por fim, Anderson pretende vetar a cobrança de depósito para o Fundo Estadual de Equilíbrio Fiscal (FEEF). Segundo ele, a medida deveria ter sido implementada de forma provisória pela gestão de Paulo Câmara, mas segue sendo cobrada no estado. Ele explicou que essa cobrança “pesa sobre o programa de benefícios fiscais concedido às empresas instaladas no estado e tem sido sistematicamente prorrogada, trazendo insegurança jurídica, e onerando as empresas, tornando-as menos competitivas”.

Anderson destacou que pretende apresentar propostas e não promessas. Ele ainda segue construindo o seu plano de governo e está percorrendo todas as regiões de Pernambuco para ouvir as necessidades da população.


Eleições: Miguel Coelho (UB) é outro candidato ao Governo de Pernambuco que já está apresentando seus projetos. Nessa segunda-feira (09), Miguel defendeu a criação de um auxílio de R$ 300 para o programa de atenção às famílias vulneráveis de Pernambuco e também defendeu um amplo programa de recuperação das estradas do estado.

Economia: O ministro da Economia, Paulo Guedes, defendeu a completa desoneração da indústria brasileira para alavancar o seu crescimento. O objetivo é transformar o Brasil em uma potência industrial no cenário global. Para que a reforma tributária avance no Congresso Nacional, Guedes admitiu um projeto que faça uma maior taxação das grandes fortunas no Brasil, um projeto que sempre foi demandado pela esquerda.

Greve: Após esta coluna denunciar a Prefeitura de Vicência por fazer os alunos pagarem pelo fardamento da rede municipal de ensino, leitores de Moreno procuraram o site para denunciar a situação da educação do município, que é gerido pelo PSB. Professores entraram em greve e denunciam que o município ainda não entregou fardamento e material escolar para os alunos, além de não disponibilizar transporte escolar na zona rural e pagar aos professores contratados menos que piso nacional da categoria.


Diego Lagedo é historiador e especialista em Gestão Pública. A sua coluna aborda temas políticos e é publicada de segunda a sábadosendo replicada em diversos blogs de Pernambuco.

Foto: Leandro de Santana/divulgação.