Vereador Tadeu Calheiros critica superlotação em UTIs pediátricas em Pernambuco

Vereador Tadeu Calheiros critica superlotação em UTIs pediátricas em Pernambuco

O vereador Tadeu Calheiros (Podemos), durante a reunião Ordinária desta terça-feira (24) criticou a falta de medicamentos nos hospitais públicos e a superlotação nos leitos de UTI infantil. Ele rememorou já ter levado a necessidade da vacinação infantil várias vezes à tribuna da Casa e destacou que a ausência da imunização tende a agravar quadros de doenças na população.

“Temos hoje apenas 15% de cobertura da vacina da gripe para crianças, o que implica no maior adoecimento de quadros virais respiratórios, que se complicam com infecções bacterianas e estamos com as emergências superlotadas. Todos os dias eu tenho recebido ligação dos profissionais que não estão aguentando e nem dando conta”, revelou.

Tadeu Calheiros reconheceu que o governo de Pernambuco está tentado ampliar os leitos de UTI. “Hoje de manhã estive falando ao telefone para ampliar leitos em um determinado hospital”. No entanto, também criticou a falta de medicamentos nos postos de saúde da cidade. “Recebo todos os dias uma lista de medicamentos que estão em falta nos distritos. É uma lista sem fim de medicações básicas, mas que podem controlar o quadro inicial de um paciente e não agravar, evitando que a criança vá para uma emergência. O Hospital Helena Moura, por exemplo, está lotado porque fechou-se a pediatria na Maternidade Barros Lima”.

Em aparte, o vereador Renato Antunes (PL) fez um questionamento sobre os leitos de UTI montados para a covid-19. “Cadê os leitos de UTI, equipamentos comprados, milhões que foram gastos na pandemia? Estão no estoque? Foram devolvidos? Doados?”. O vereador Alcides Cardoso (PSDB) também aparteou e fez questão de destacar a seriedade do tema.

Foto: Câmara do Recife.