Raquel Lyra anuncia chapa com Priscila Krause como vice

Raquel Lyra anuncia chapa com Priscila Krause como vice

A pré-candidata ao Governo de Pernambuco, Raquel Lyra (PSDB), apresentou nesta segunda-feira (25) a deputada estadual Priscila Krause na sua chapa como vice-governadora. Raquel e Priscila fizeram o anúncio por meio das redes sociais em pleno Marco Zero, na região central do Recife. Em seguida, concederam coletiva à imprensa na Associação Comercial de Pernambuco (ACP).

“Hoje é um dia especial. Hoje, a gente começa a escrever uma nova história para Pernambuco”, afirmou Raquel na coletiva. Foi a mesma frase com a qual começou o dia em uma transmissão especial realizada pelas redes sociais, que mostrou Raquel conversando com mulheres inspiradoras, como a tapioqueira Verônica. A partir das transformações realizadas por Raquel no Monte Bom Jesus, em Caruaru, conseguiu fortalecer o seu negócio e até adquirir uma casa.

Ao longo da transmissão, Raquel também mostrou diversos outros avanços que realizou como prefeita eleita e reeleita do maior município do interior de Pernambuco, a exemplo do Juntos pela Segurança – que reduziu em mais de 50% o índice de homicídios -, a ampliação de 1,5 mil para mais de 7,8 mil vagas de creche (o que lhe rendeu o apelido de Racreche) -, a Via Parque e a maternidade Santa Dulce dos Pobres, com capacidade para atender a 400 mães por mês.

O ponto alto da transmissão pelas redes sociais foi o encontro com Priscila Krause, após Raquel se deslocar de carro de Caruaru para o Recife. No caminho, ela falou de como se preparou ao longo de toda a vida para governar Pernambuco (Ver bio).

Já no Marco Zero, Raquel anuncia a sua vice: “Eu e Priscila Krause estamos juntas num projeto que respeita, abraça, acolhe, olha e se preocupa com todos os pernambucanos e todas as pernambucanas. Este é um momento histórico. É a primeira vez que duas mulheres compõem uma chapa pra disputar o governo de Pernambuco”.

Priscila Krause complementou: “Eu me sinto muito honrada por isso. Temos um desafio enorme pela frente, Raquel. Nosso compromisso é enfrentar a miséria, a fome, a violência, o caos na saúde e a falta de água, que estão por toda parte. Você que é do Sertão, do agreste e zona da mata, vem com a gente. Vamos juntos fazer diferente, pra mudar Pernambuco e transformar a vida de todos. Pernambuco é um só! E Raquel, a única mulher que entrega!”

SOBRE RAQUEL

Primeira mulher eleita prefeita de Caruaru, e logo após reeleita, Raquel Lyra é advogada, formada em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco. Foi secretária de infância e juventude, e também deputada estadual por dois mandatos.

Servidora pública por vocação, ainda muito jovem foi aprovada em concurso público para delegada da Polícia Federal. Foi concursada também do Banco do Nordeste – ainda durante a faculdade – e da Procuradoria do Estado de Pernambuco. De 2007 a 2010, no primeiro governo Eduardo Campos, foi chefe da Procuradoria de Apoio Jurídico e Legislativo do Governador.

Na Assembleia Legislativa de Pernambuco, foi presidente da Comissão de Justiça, onde utilizou os conhecimentos como advogada e procuradora para liderar esta que é a comissão mais importante da Casa.

Raquel deixou a prefeitura de Caruaru no último mês de abril, com mais de 70% de aprovação popular, resultado de diversas ações que realizou no município, a exemplo do Juntos pela Segurança, programa de segurança pública que reduziu os índices de homicídios em mais de 50% e também a ampliação de 1,5 mil para mais de 7,8 mil vagas de creches.

SOBRE PRISCILA KRAUSE

Priscila Krause Branco nasceu no Recife em 1978. É jornalista, casada com Jorge e mãe de Matheus e Helena. Reeleita para o segundo mandato de deputada estadual em Pernambuco em 2018, exerce mandatos eletivos há dezoito anos. Em 2004, foi eleita vereadora de sua cidade natal, renovando o mandato por mais duas vezes (2008 e 2012), com votações crescentes, antes de chegar à Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), em 2014.

Dedicada a pautas como finanças públicas, tributação, meio ambiente e custeio da saúde, atuando na fiscalização do Poder Executivo e na prestação contínua de suas ações, Priscila aceitou o convite da pré-candidata ao Governo de Pernambuco, Raquel Lyra para compor a chapa majoritária como vice-governadora. Será a primeira vez em Pernambuco que duas mulheres encabeçarão uma candidatura majoritária para o governo do estado.

Na Alepe, Priscila atua como componente titular das comissões de Constituição e Justiça, Ciência e Tecnologia e Negócios Municipais. Com atenção especial à temática da Primeira Infância, tendo participado do curso internacional de liderança executiva em Desenvolvimento da Primeira Infância na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, foi relatora da Frente Parlamentar de Apoio à Primeira Infância. Em defesa da pauta ambiental, levanta a bandeira da preservação dos rios pernambucanos. Nesse sentido, gravou o documentário-viagem Expedição Capibaribe, percorrendo o Rio da nascente à foz.

Filha do ex-governador Gustavo Krause, que deixou a vida pública em 1998, e de Clea Borges, Priscila está filiada ao Cidadania desde o ano passado.

RAQUEL SOBRE PRISCILA NA COLETIVA DE IMPRENSA

Pernambuco vai poder contar com a nossa voz. Estamos aqui com a melhor vice que Pernambuco poderia ter. Estamos entregando nossa energia, trajetória e capacidade de trabalho, desviando do que poderia ser a nossa zona de conforto para fazer mais por Pernambuco através da política. Nossa convenção está marcada para o próximo sábado e vamos pode apresentar a chapa completa. Os nossos pré-candidatos a deputado estaduais e federais e o candidato ao senado.

A gente apresenta uma candidatura ao Governo do Estado e a vice feminina, são duas mulheres que tem trajetória de vida emprestada ao serviço público. E é claro que montar uma chapa feminina traz um novo olhar pra política, uma forma de fazer política e política pública. Porque a gente não quer tomar o lugar com ninguém, mas poder emprestar, um olhar que traz juntos com o olhar o olhar dos homens, que a gente construa a política pública mais igualitária. Por que que eu digo isso? Porque a pobreza de Pernambuco que é o estado mais pobre do Brasil, um dos mais pobres do Brasil ela tem gênero. Nós estamos falando de mulheres pobres que sustentam casas a partir de muito pouco e precisamos conseguir chegar de verdade com a estratégia sobretudo com ação para mudar a vida dessas mulheres para melhor. Se o Estado é bom par uma mãe ela é boa pra todos nós, pra todos os homens, mulheres, idosos e jovens.

Fotos: Janaína Pepeu